Unidade 2 MidSocial

Portal Barão Geraldo

Siga-nos no Twitter

Efetuar login | Cadastre-se, é grátis!

/ A evolução do distrito de Barão Geraldo

No ano de 1970, como afirma o jornal Diário do Povo de 14 de setembro de 1975, Barão Geraldo possuía uma população de cerca de 10 mil habitantes, sendo que havia 7.500 habitantes na área urbana e o restante na rural. No ano de 1975, o número de habitantes havia subido para 12 mil.

A edição do jornal Correio Popular de 25 de novembro de 1978, definia bem as razões pelas quais campineiros de diversas áreas estavam migrando para Barão Geraldo. “A tranqüilidade da área, as facilidades de comunicação e transporte, a proximidade de um grande centro industrial, hospitalar e educacional, aproveitando as suas vantagens e evitando as desvantagens, são alguns dos atrativos que levaram e estão levando muitas famílias campineiras ao distrito de Barão Geraldo, em fuga diante do caos urbano, do barulho e da poluição do ar desta que já foi chamada ‘a cidade das andorinhas’”.

No ano de 1980, a população do distrito já havia crescido bastante, assim como a quantidade de bairros na área. Segundo o jornal Correio Popular de 31 de dezembro de 1980, na época Barão possuía uma população de mais de 19 mil habitantes e era composto por 10 bairros. A região era servida por redes de água e esgoto, asfalto e iluminação pública. Na parte de educação, contava com duas universidades - Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e PUCC (Pontifícia Universidade Católica de Campinas) - quatro escolas estaduais, três escolas de 1º grau, uma de 1º e 2º graus, uma escola municipal de 1º grau e um parque infantil.

Porém, o desenvolvimento do distrito de Barão Geraldo, aclamado por alguns e tido como motivo de preocupação para outros, poderia ameaçar sua fama de lugar calmo e tranqüilo, como mencionava o jornal Diário do Povo de 30 de dezembro de 1982. “O Distrito de Barão Geraldo é bem diferente daquele lugar bucólico e pacato de quando foi criado. Mas se esse progresso é saudado com orgulho por muitos de seus mais antigos moradores - que formaram mesmo uma comissão visando organizar a luta pela emancipação política - o fato é que há também muita gente realizando justamente um movimento em direção contrária: ou seja, de preservar essa condição de Distrito calmo e sem muita movimentação, que se caracteriza muito mais por um local apropriado para a moradia e para a paz”.

Leia mais:

Portal Barão Geraldo
O Portal Barão Geraldo não se responsabiliza por qualquer dano e/ou prejuízo que o usuário possa sofrer ao realizar uma transação com os anunciantes.
(área do anunciante)